Após falir, judeu ortodoxo multimilionário encontra a verdadeira riqueza em Jesus

Joseph recebeu Yeshua como seu Messias em um estudo bíblico para judeus. (Foto: Reprodução/One for Israel Ministry).

Joseph recebeu Yeshua como seu Messias em um estudo bíblico para judeus. (Foto: Reprodução/One for Israel Ministry).

Publicado em Terça-feira, 23 Novembro de 2021 as 4:32

Quando Joseph, um judeu ortodoxo multimilionário, faliu ele achou que havia perdido tudo. Mas, na verdade, o homem estava prestes a encontrar o tesouro mais precioso do mundo: Jesus

Joseph era um advogado e amava sua carreira jurídica, mas quando seu pai ficou doente, ele precisou assumir os negócios da família. Como empresário, o judeu logo se tornou ganancioso e egoísta, desejando superar todos, inclusive a reputação de seu pai nos negócios.

Trabalhando duro, ele transformou sua empresa financeira em um banco de comércio internacional e ficou multimilionário. 

“Eu era meu próprio Deus. Eu não tinha nenhum interesse no único Deus verdadeiro”, confessou Joseph ao One for Israel Ministry. 

Porém, o mercado de ações despencou e a sua empresa faliu. O homem perdeu tudo pelo o qual havia trabalhado tanto e acabou deprimido e infeliz.

Até que um dia, ele e sua esposa Valerie participaram de um estudo bíblico para judeus em Los Angeles, Estados Unidos. No final do curso, o casal foi tocado pela verdade da Palavra e aceitou Yeshua como seu Messias. 

Joseph ficou com tanta fome de aprender mais sobre Jesus, que semanas depois decidiu ir para um seminário teológico. Mais tarde, ele se tornou professor de teologia e pastor de uma pequena igreja local. 

Comentando sobre quando as pessoas se surpreendem ao saber que um judeu ortodoxo passou a crer em Jesus, ele disse: “Adoro dizer às pessoas que Jesus é judeu. Todos os apóstolos são judeus”.

“E quando as pessoas me dizem: 'Oh, você se converteu', eu digo a elas: 'Não, não me converti a menos que Jesus tenha se convertido. Praticamente toda a Bíblia foi escrita por judeus. E me sinto muito em casa”.

 

Deixe um comentário