A obediência libera os tesouros para nós

(Foto: Priscilla Du Preez/Unsplash)

(Foto: Priscilla Du Preez/Unsplash)

Publicado em Quarta-feira, 10 Julho de 2019 as 11:45

E se Deus perguntasse para você: “Quer ganhar um tesouro? Mas para isso, você deve  fazer tal e tal coisa.” Quem não gostaria disso? A resposta, para você chegar até aos tesouros escondidos de Deus, está na obediência.

Do começo ao fim da Bíblia, podemos ver que a obediência está implícita em todas as narrativas bíblicas. Em Efésios 1.3, podemos ler que todas as bênções já estão liberadas para nós. Mas se já está tudo pronto e liberado para nós, por que não recebemos?

No livro de 1 Samuel 13. 8-14, lemos que o rei Saul não obedeceu a ordem do profeta Samuel para esperá-lo para oferecer o holocausto, e que, devido a essa desobediência, o rei Saul perdeu o seu reinado. A obediência significa cumprir as ordens, ser submisso; e no relato desta história, Samuel era o sacerdote e profeta, portanto, competia a ele fazer o sacrifício dos holocaustos e não ao rei. Por melhor intensão que ele tivesse, estava em desobediência, pois aquela atitude do rei Saul quebrou princípios divinos.

Nós conhecemos a Deus, conhecemos a Palavra de Deus e seus princípios; porém, muitas vezes caímos na mesma desobediência e quebramos os princípios de Deus. E o problema é que, muitas vezes, quando erramos fazemos igual a Saul, damos desculpas e tentamos achar um culpado para os nossos erros. Portanto, o que o Eterno quer nos ensinar, é que não importa a maneira que nós achamos o que é certo, o que importa é saber qual é a maneira certa do Pai, pois a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável.

Saul perdeu seu reinado naquele momento, pois ele mostrou para Deus que não seria um rei obediente, ele não iria obedecer a Samuel, não obedeceria a voz do Senhor e nem a de ninguém. Continuando a narrativa, vemos que Samuel disse para Saul exterminar todos os Amalequitas, e, mais uma vez, Saul não obedeceu e poupou a vida do rei Hagar (rei dos amalequitas).

Sempre quando Deus te der alguma coisa ou fizer alguma promessa, há uma “condição”. Toda promessa de Deus está ligada a um princípio de Deus. Sempre as palavras condicionais: se você cumprir, se você obedecer, se você não se afastar, se você não adorar outros deuses e etc. tudo lhe irá bem… Mas se você não for atento a minha voz e não cumprir os meus mandamentos… Eu não serei contigo! Porque Deus não se agrada de coração rebelde, e em muitos momentos em nossa vida, queremos o melhor da Terra, mas não queremos obedecer a voz de Deus. A palavra de Deus diz que o Senhor tem mais prazer na obediência do que em sacrifícios.

Nos dias de hoje, vemos muitas pessoas trabalhando para Deus, se esforçando, porém fazendo da sua maneira e não como o Eterno deseja; e nós servimos a um Deus detalhista, melhor do que fazer obras para Deus de maneira aleatória é obedecê-lo, da maneira Dele, da forma como Ele quer que nós façamos. Às vezes, o que Deus pede a uma pessoa, pede diferente a outra. Com cada um Deus vai trabalhar de uma forma diferente, por isso é muito importante estar atento à voz de Deus. Caso contrário, agimos como adolescentes espirituais achando que já sabemos tudo sobre Deus.

Muito mais interessado Deus está em nos transformar do que, simplesmente, em nos dar coisas. Porém, são em pequenos detalhes das nossas vidas, se obedecemos ou não, que Deus vê se já estamos preparados ou não para receber as bênçãos celestiais. É na obediência do dia a dia que os tesouros celestiais vão sendo liberados em nossas vidas.

Por Adriane Ferretti Salvitti, pastora da Igreja Apostólica Restaurando Nações - IARN Japão, palestrante nas áreas de saúde e espiritualidade fisioterapeuta e Health Coach

Rodrigo Salvitti, pastor da Igreja Apostólica Restaurando Nações - IARN Japão, palestrante na área de espiritualidade e fisioterapeuta.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

 

Deixe um comentário