Descalce a alma

Sandálias também falam de movimento, de dinâmica. Falam sobre a poeira nos pés dos processos da vida. (Imagem: Youtube)

Sandálias também falam de movimento, de dinâmica. Falam sobre a poeira nos pés dos processos da vida. (Imagem: Youtube)

Publicado em Quinta-feira, 6 Dezembro de 2018 as 11:38

Então disse Deus: "Não se aproxime. Tire as sandálias dos pés, pois o lugar em que você está é terra santa". Ex 3:5

Esta é a primeira referência a um solo sagrado na Bíblia, e não se trata aqui de localização geográfica, mas existencial. Por isso, tirar as sandálias é muito mais do que uma atitude de reverência religiosa, mas uma mudança de vida. As sandálias de Moisés não permitiam que ele tivesse contado com aquele chão “mágico” que traçaria sua vida dali em diante. Deus não queria que as sandálias impedissem Moisés de pisar um chão novo de possibilidades e verdades que mudariam sua rota de vida para sempre.

Era ali que Deus começava a escrever o terceiro capítulo dos 120 anos de Moisés. Seria um tempo de experiências gloriosas e singulares. Era necessário que Moisés deixasse suas sandálias de lado. Sua experiência com o passado não era suficiente para aquilo que estava por vir.

Sandálias também falam de movimento, de dinâmica. Falam sobre a poeira nos pés dos processos da vida. Tirar a sandálias fala da uma oportunidade nova para reescrever a própria história a partir do contato com essa nova realidade espiritual. Tirar as sandálias nos remete a idéia de renunciar a própria capacidade de ser o que se desejava um dia, para se tornar aquilo que é de fato sua missão.

Moisés percebe que sem os sapatos, a sua vulnerabilidade e sensibilidade ficam mais evidentes, fatores imprescindíveis para quem quer estar na presença de Deus com humildade.

Deus só pode ter um encontro com quem realmente somos, sem vestes ou aparatos que nos escondam ou nos dêem uma idéia falsa de proteção. E isso tudo nos leva a pensar que quando se está descalço é preciso prestar atenção onde se pisa. Isto significa que estar na presença de Deus requer mais atenção, observação e reflexão. Solte os pés…descalce a alma… pise no solo sagrado da sua essência e permita-se mudar…pra melhor!

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Deixe um comentário