O livro de Gênesis é um livro de fatos

(Foto: Canva)

(Foto: Canva)

Publicado em Segunda-feira, 10 Maio de 2021 as 11:17

Há muitos fatos bíblicos que são considerados mitos por muitas pessoas e, infelizmente, até mesmo por alguns cristãos que não buscam evidências ou então não sabem onde encontrá-las.

É para casos assim que existe o Jornalismo Investigativo Bíblico, que serve como um radar em busca de respostas nas mais diversas áreas. Você já deve ter ouvido falar que o Dilúvio não ocorreu de fato e que se trata de uma alegoria, não é?

Tem gente que pensa que tudo na Bíblia é simbólico. Não é verdade. Só porque o livro de Apocalipse foi escrito com diversas simbologias, não significa que os demais livros também sejam assim. Apocalipse é simbólico por uma necessidade da época, mas Gênesis é um livro de acontecimentos reais e conta a história da humanidade.

Aliás, é justamente através desse livro que muitos cientistas já encontraram respostas para a origem da vida e do universo. Vamos falar um pouco sobre o dilúvio? Veja quais as principais dúvidas das pessoas em relação a esse acontecimento:

  • De onde veio toda aquela água e para onde retornou?
  • Será que uma arca construída por um leigo suportaria a força das águas?
  • Quais as evidências de uma catástrofe hídrica sobre todo o Planeta Terra?

Esta última pergunta, aliás, é bem famosa, porque há pessoas defendendo que o dilúvio foi um evento regional e não global. Então, vamos às evidências. Gênesis 7.11 diz que no momento do dilúvio todas as fontes do grande abismo se romperam e que as janelas do céu se abriram.

Hoje em dia, por causa da tecnologia, sabe-se da existência do Gêiser, uma fonte de água que periodicamente sofre erupção, jorrando a mais de 50 metros de altura. Um verdadeiro espetáculo da natureza e uma resposta para o armazenamento de água no nosso Planeta.

Mas e as janelas do céu, que se abriram para mandar a chuva que nem existia ainda? Cientistas trabalham com a hipótese da “Canopla de Vapor de Água”, que supostamente existiu como uma proteção térmica para os seres humanos.

Depois do dilúvio ela deixou de existir, porque se rompeu e, segundo eles, é por isso que atualmente os raios solares são tão nocivos ao ser humano. É uma teoria que faz muito sentido, porque tudo o que Deus criou é perfeito, mas temos que entender que houve muitas alterações depois da queda no jardim do Éden e também depois do dilúvio

Enfrentamos um grande desequilíbrio ecológico como consequência desse Dilúvio, o que explica muitas contradições, como por exemplo: porque um Deus de amor criaria a cadeia alimentar entre os animais? Vamos falar sobre esse tema no próximo artigo. Até lá!

Por Cris Beloni, jornalista cristã, pesquisadora e escritora. Lidera o Movimento Bíblia Investigada e ajuda as pessoas no entendimento bíblico para a ativação de seus dons. Trabalha com missões transculturais, Igreja Perseguida, teorias científicas, escatologia e análise de textos bíblicos.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Deus criou a cadeia alimentar no mundo animal?

Deixe um comentário