Qual a sua pergunta?

(Foto: Crosswalk)

(Foto: Crosswalk)

Publicado em Sexta-feira, 12 Junho de 2020 as 12:56

As perguntas multiplicam-se de forma angustiante. Dúvidas e mais dúvidas sobram para todos os lados. Faltam certezas frente a tantas interrogações que provocam medo, desequilíbrio, aflição. A lista de perguntas parece não ter fim, e o pior, parece que nos encaixamos na maioria delas.

Como será o amanhã?

Quando poderei dar um abraço no amigo, no parente, no irmão?

Será que estou com o vírus e não sei?

Terei emprego amanhã?

A vacina vai demorar mais ainda?

Deus se importa?

O certo virou errado?

O errado virou certo?

Vou conseguir fazer uma faculdade?

Pra que vai servir esta minha faculdade?

O pobre continuará sendo explorado?

O racismo vai continuar em plena modernidade?

Qual é a vida “normal” que a gente quer que volte?

Somos igreja ou dependemos do templo?

Abuso de crianças, tráfico de mulheres, até quando?

Essa geração é empoderada ou emparedada?

Quem roubou nossos sonhos?

Por que o amor se esfria a cada dia?

Por que o materialismo e o egoísmo prevalecem acima de qualquer virtude?

Onde está o menino que matou o gigante?

Onde estão os meninos que não se queimaram na fornalha de fogo?

Eu poderia continuar escrevendo perguntas. Você certamente acrescentaria muitas outras. E todas sem respostas fáceis. Todas pressionando e sufocando nossas esperanças. Todas incomodando os anseios do nosso coração.

Lembro de uma frase que me foi apresentada logo nos primeiros anos da minha infância. Fui crescendo e a frase continuou. Li esta frase em livros, em outdoor, em jornais, em revistas. Ouvi esta frase no rádio e na TV. Ouvi grandes pregadores exporem esta frase em poderosas mensagens. Já passei pela juventude, fase adulta, enfim, por diversos ciclos, e hoje, junto com você, estou igualmente enfrentando essa crise mundial de saúde. Mas aquela frase continua, para mim, sendo o melhor consolo, a mais segura certeza, o melhor ânimo pra continuar e a melhor esperança pra se oferecer: “Jesus é a resposta!” Ontem, hoje e sempre.

Edmilson Ferreira Mendes é teólogo. Atua profissionalmente há mais de 20 anos na área de Propaganda e Marketing. Voluntariamente, exerce o pastorado há mais de dez anos. Além de conferencista e preletor em vários eventos, também é escritor, autor de quatro livros: '"Adolescência Virtual", "Por que esta geração não acorda?", "Caminhos" e "Aliança".

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Vírgula ou ponto final?

Deixe um comentário