O casal cristão pode se separar?

(Foto: Pixabay)

(Foto: Pixabay)

Publicado em Segunda-feira, 15 Abril de 2019 as 12:12

“Não separe, pois, o homem o que Deus uniu... Todo aquele que se divorciar de sua mulher e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério contra ela. E se ela se divorciar de seu marido e se casar com outro homem, estará cometendo adultério.” (Marcos 10:9,11-12)

Para mim é fato, não existe motivo nesse mundo, a não ser a morte, que dê direito a um casal verdadeiramente cristão de se separar.

Não tenho intenção de trazer julgamento ou peso para aqueles que já se divorciaram, mas quero destacar, e refutar, alguns argumentos usados por aqueles que pensam em se divorciar, mas ainda não o concretizaram - e espero que isso os ajude a vencer e cumprir a vontade de Deus para suas vidas.

- Eu não a amo mais ou eu não o amo mais

O cristão tem como ordenança que deve amar até seus inimigos, quanto mais alguém com quem dividiu e divide sua vida, a Palavra declara que o amor é fruto do Espírito Santo (Gálatas 5:22). Quem se declara cristão tem o Espírito Santo e tem por obrigação apresentar esse fruto em sua vida, mesmo em situações difíceis, o amor aumenta quando o praticamos insistentemente.

- Eu casei em jugo desigual ou vivo hoje em jugo desigual

Se o casamento é composto por um cristão e outro não, seja que um dos cônjuges já era convertido ou se converteu depois do casamento, é nossa obrigação entrar em batalha espiritual para que o(a) cônjuge não convertido(a) se converta, é necessário dar o testemunho cristão, ser o sal da terra e a luz do mundo (Mateus 5:13, 14 e 16) para que o nome do Senhor seja glorificado nesse lar/família. Somos convocados a ir buscar as almas em toda terra, línguas e nações; por que não faríamos isso dentro de nossa própria casa?

- Ele ou ela me traiu

Essa é uma condição que precisa de um cristianismo ainda mais apurado, pois a Palavra de Deus nos diz o seguinte: “E agora vos digo que todo aquele que se divorciar da sua mulher, salvo em caso de infidelidade, e se casar com outra, comete adultério.” (Mateus 19:8). Claro que a traição é algo terrível que traz a perda da confiança, mas isso precisa ser colocado nas mãos do Senhor, o perdão precisa ser liberado, traímos o Senhor inúmeras vezes e Ele nos perdoa sempre. O Senhor Jesus nos diz em Mateus 18 versos 21 e 22 que devemos perdoar o nosso irmão 490 vezes (70 x 7) e por que o homem não pode perdoar sua esposa, ou a mulher não pode perdoar seu esposo?

Existem muitas outras situações que podem levar um casal a buscar a separação/divórcio, mas para o casal cristão todas essas situações encontrarão soluções na Palavra de Deus. Tenho certeza que não existem diferenças irreparáveis, volto a repetir, não existe motivo nesse mundo que dê direito a um casal verdadeiramente cristão de se separar.

Precisamos nos portar como cristãos também em momentos de dificuldade e desacertos, ser cristão apenas quando tudo vai bem não é suficiente. O Senhor quer que sejamos cristãos em todos os momentos, quer sejam felizes, quer sejam tristes, quer sejam fáceis, quer sejam difíceis, em todos os momentos.

Caso você tenha uma situação diferente das apresentadas aqui, me escreva que terei o maior prazer em te apresentar a Palavra de Deus, refutando os motivos e te motivando a permanecer casado(a) e ser um testemunho vivo do amor de Deus.

Também convido aqueles que passaram por momentos de dificuldades no casamento e venceram, a me encaminhar seus testemunhos para que eu possa repassar e assim glorificarmos o nome do nosso Senhor Jesus Cristo.

Deus te abençoe e a todos na sua família com um ótimo dia e com uma semana maravilhosa na presença dEle.

Um abraço do amigo,

Frank Medina

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Deixe um comentário