Beija-me, meu filho!

A honra que o filho deve ao pai revelará quem ele de fato será no futuro. (Foto: iStock.com/svetikd)

A honra que o filho deve ao pai revelará quem ele de fato será no futuro. (Foto: iStock.com/svetikd)

Publicado em Sexta-feira, 11 Agosto de 2017 as 5:31

Então, deixando este os bois, correu após Elias, e disse: Deixa-me beijar a meu pai e a minha mãe, e então te seguirei. Respondeu-lhe Elias: Vai, volta; pois, que te fiz eu? -1 Reis 19:20

Quando Deus chama Eliseu, para o ministério, antes de seguir Elias, ele pediu para beijar seu pai e sua mãe. Será que tem algo relevante neste ato de beijar seus pais?

A honra que o filho deve ao pai revelará quem ele de fato será no futuro. É isso se comprova na vida de Eliseu pois ele foi o único discípulo de Elias que recebeu a porção dobrada.  É por isso que este gesto de beijar seu pai e pedir a bênção torna-se tão importante para estudarmos e buscarmos a  revelação nele contida.   

Lembro que quando Deus me chamou para o ministério eu fiquei muito tempo me preparando em oração, jejum e estudando a palavra de Deus. No início eu ministrava na favela e Deus já me usava para realizar curas e milagres maravilhosos, porém meu ministério não rompia. Eu queria muito pregar nas nações mas não conseguia ir além da minha cidade. Um dia perguntei à Deus o que estava faltando para “romper” e ser liberado para crescer e avançar. Então o Senhor falou comigo: Procure teu pai e peça para ele te abençoar. Achei estranho mas obedeci. Meu pai orou por mim e a partir daquele momento a Benção começou a fluir de forma maravilhosa e Deus me liberou para avançar além dos limites da minha cidade.

A partir desse dia passei à estudar mais sobre a benção da Paternidade e a honra aos pais que é o primeiro mandamentos com promessa na Bíblia. Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que oSenhor, teu Deus, te dá (Êx 20.12).

A paternidade é tão importante que Deus a vê como única maneira de restauração em todos os povos, o vê também como único meio de evitar a maldição sobre a terra ( Malaquias 4 -  6. e ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição).

A Bíblia sagrada é o manual sobre o assunto paternidade e seus verdadeiros princípios. Pois somente através da Palavra temos as condições necessárias para poder extrair o verdadeiro sentido do plano divino de nos fazer filhos novamente em sua mais pura essência.

Beije teu pai e seja abençoado!

A cultura bíblica mostra o segredo da benção escondida por trás dessa pequena ação. Vamos observar na vida de dois personagens bíblicos que tiveram experiências com o beijo; pais que experimentaram as ações dessa pequena manifestação.

Eliseu
O beijo, revela o amor mútuo, o amor recíproco manifesto visivelmente. O ósculo ou beijo (ambos são a mesma ação), traz algumas alusões no que tange ação pai-filho, pois mostra uma extrema aproximação.

O beijo da honra

Elias encontra Eliseu arando a terra de seu pai com doze juntas de bois (vinte quatro bois). Elias vendo a Eliseu logo lança a capa sobre ele, e então a cena que virá adiante é reveladora, veja:

Logo após receber sobre si a capa de Elias, Eliseu deixa seus bois no arado e fará um pedido: “permita-me beijar meus pais e então te seguirei...”, essa relação de beijar os pais revelará:

1) Eliseu tinha intimidade de uma vida com seu pai;
2) Declara honra pública ao pai;
3) Elias não teria problemas de insubmissão com Eliseu;
4) Ele sabia reconhecer quem lhe formou.

Eliseu ao voltar e beijar seu pai mostrou que ele seria um filho com altos níveis de méritos diante de Elias e de Deus.

Um simples ato, mas revelador. A expressão por ação mostra muito mais do que qualquer fala humana, pois a ação ainda que silenciosa, mostra muito mais aos olhos atentos do que qualquer promessa por fala.

Eliseu alcança mérito com seu próprio pai, lembrando que os bois eram de seu pai, e para ele poder sacrificar os 24 bois ele precisaria da permissão do pai, e o beijo faz com que Eliseu antecipe sua herança e receba os bois, podendo assim sacrificá-los em oferta de justiça social.

Honrar o pai publicamente com um beijo, gera muito mais mérito recíproco do que grandes ações, pois existem mais vantagens em pequenas ações constantes do que uma grande ação que nunca se manifesta.

Isaque e Jacó

Um beijo que atraiu a benção

O pedido de Isaque era o um guisado pela benção atemporal de pai para filho, então Jacó traz esse guisado para seu pai; o guisado para Isaque era uma oferta trazida por seu filho, essa oferta mostra que o filho é: obediente, conhecedor dos gostos do pai, esforçado e atencioso.

“Disse-lhe mais Isaque, seu pai: aproxima-te agora, e beija-me, meu filho
Gen. 27.26

Um pedido direto de seu pai para que ele se aproximasse e o beijasse. O beijo de Jacó em Isaque revela alguns pontos da vida do filho para com seu pai:

1) No versículo 27 Jacó vai aproximar-se e beijar seu pai, isso mostra que ele estava apto, obediente, ouve e conhece a voz de seu pai;
2) Isaque sente o cheiro do filho mostra que eles tinham intimidade;
3) O filho beijar o pai representa submissão, o reconhecimento de que o pai é maior que ele, e que das mãos do pai parte a sua benção;
4) O filho beijar o pai representa honra do filho para com seu pai, mostrando que o pai é a fonte de tudo que ele era e seria.

Jacó após o beijo recebe a benção geracional, benção essa que atravessa os tempos, alcançando gerações e gerações. Hoje a nação de Israel, um pequeno pais, mas com grande potência econômica e bélica, um povo culto, protegido por Deus, com uma promessa vinda de Abraão, que abençoou Isaque, e Isaque abençoou a Jacó e Jacó a todos os seus descendentes. Toda esta benção passou por Jacó naquele dia que ele honrou seu pai com um beijo e um guisado saboroso como presente.

Desde aqueles tempos o gesto de presentear os pais antes de receber a bênção tornou-se cultural entre os judeus. O mesmo acontece com os pais e filhos espirituais.

Quero finalizar com uma pergunta:

Você costuma beijar seus pais?

Aproveite nesse dia dos pais, beije seu pai, seja ele o que te gerou ou não, seja ante seu pai espiritual, honre-o de maneira eficaz e verdadeira diante dos homens e diante de Deus.

*O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Deixe um comentário