Genuíno

O desprendimento diário das nossas vergonhas que uma criança traz são incríveis, Jesus pode trazer muito mais para nossa vida. (Foto: Getty)

O desprendimento diário das nossas vergonhas que uma criança traz são incríveis, Jesus pode trazer muito mais para nossa vida. (Foto: Getty)

Publicado em Terça-feira, 18 Dezembro de 2018 as 10:28

Meu sobrinho tem pouco mais de um ano. Você já ouviu uma criança dessa idade rindo? Eles têm uma gargalhada muito gostosa, a boca dele meio com dente, meio sem dente, os olhinhos espremidos, a chupeta que as vezes cai no meio do gesto, e aquela carinha feliz! Mas o som, o som da gargalhada é incrível, a gente quer que não acabe nunca!

E o que a gente faz para ouvir ele rir? Qualquer coisa! Dá cosquinha, faz careta, brinca de pega-pega, nessa hora não tem ninguém com medo de parecer bobo. Mas isso é só em casa? É nada! A gente faz essas tontices em público, nos corredores do shopping, dentro de um restaurante cheio se precisar! Por que? Porque o sorriso do Theo (meu sobrinho) é genuíno, a felicidade dele é pura, e é tão contagiante que perdemos o medo de olharem para nós, perdemos a vergonha para simplesmente nos tornarmos criança com ele por um momento, a gente vira inocente e se faz de bobo mesmo.

O amor de Deus, muito mais genuíno que o Theo, que faz manha, que sabe ser teimoso, que às vezes é interesseiro quando quer alcançar alguma coisa, o amor de Deus, 100% puro, 100% real, 100% verdade, deveria despertar em nós muito mais do que a gargalhada do Theo consegue.

Como que esse amor, essa graça não nos faz esquecermos dos nossos medos, limitações e vergonhas para simplesmente sermos puramente genuínos com Jesus em qualquer lugar? Para que não importa onde, quando nos olharem, todos saberem: Esse cara é diferente, dá pra ver de longe!

Por que quando se trata do evangelho a gente trava? Por que não consegue ser natural? Por que a gente pensa duas vezes antes de inserir o nome de Jesus em uma conversa? Quando ele deveria estar rodeando todo nosso dia?

O desprendimento diário das nossas vergonhas que uma criança traz são incríveis, Jesus pode trazer muito mais para nossa vida, mas Ele tá sempre à porta, sem jamais entrar sem ser convidado, a gente precisa pegar na maçaneta e abrir a porta! A gente precisa convidar o Mestre a entrar em casa, e deixar que Ele faça o trabalho: decore, rearranje, reforme, a casa tem que ser Dele, não nossa!

Genuíno! Uma palavra tão simples e tão cheia de significado! Se a gente faz de tudo pra ouvir a gargalhada de uma criança de 1 ano de idade, o que estamos dispostos a fazer para agradar a Jesus? Para ouvir festa no céu quando alguém se faz morada pra Jesus? Sua atitude, mas que sua resposta tem que ser genuína!

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

 

Deixe um comentário