Alienação parental e a nova esquerda

(Foto: Getty)

(Foto: Getty)

Publicado em Quinta-feira, 16 Janeiro de 2020 as 12:14

Possivelmente, muitos dos nossos irmãos e compatriotas possam estar pensando que vencemos o comunismo e o socialismo, com a vitória nas urnas do nosso Presidente da República.

Estamos muitíssimos enganados se pensamos que o comunismo e o socialismo, no Brasil, estão mortos. Eles estão mais vivos do que nunca.

Durante um longo período de quase vinte anos, fomos governados por partidários da esquerda, que seguindo a “Agenda Comunista” sancionaram inúmeras leis ideológicas que trazem em seu bojo o propósito de destruir a família, implodindo-a de dentro para fora, sabedores de que se destruírem a família estarão destruindo a Nação, passando todos nós a sermos propriedade do Estado.

Muitas dessas leis têm que ser revogadas, a exemplo do que temos pretendido fazer com a lei da Alienação Parental.

Mas aí é que surge o grande problema. Não aprovar um projeto de lei ideológico é mais simples do que revogar uma lei ideológica. Observem a que partido pertence a relatora do Projeto de Lei que quer a revogação: PSB. Essa sigla sugere alguma percepção? Se esperar pelo PSB, ela não será revogada. A diferença está que nós cristãos não dependemos de políticos, mas de “Deus” e Ele é que vai revogar essa lei.

E quando propusemos fazer o enfrentamento dessas leis, nos deparamos mais claramente com a “Nova Esquerda”, presente em todos os gabinetes da Câmara dos Deputados, Senadores e até mesmo nos Ministérios.

Nos Ministérios, políticos travestidos de cristãos disseminam sua teologia barata, a custo zero, denominando-a com nomes pomposos, tais como a “Teologia da Missão Integral”, “Teologia Inclusiva”, “Teologia Liberal” ou “Teologia Progressista” e outros mais, que enganam os incautos desconhecedores de identificação de seus Pastores. A Teologia Pura, a qual pertencem os cristãos conservadores e de direita, é por eles chamada de Teologia Radical, ou Fundamentalista.

Ministérios há, que já no primeiro ano de governo, substituíram aqueles verdadeiros cristãos, pastores do Evangelho para uma Igreja pura e sem mácula, por pseudos pastores que se apresentam defendendo a bandeira acima mencionada, que é a bandeira da Nova Esquerda.

Os comunistas estão aí se infiltrando nos Partidos Políticos, que até o ano que passou, era perfeitamente identificado com a direita conservadora. Hoje, estes comunistas entraram em todos os partidos para minarem a ideologia Judaico Cristã.

E essa presença da “Nova Esquerda” já denunciamos ao Excelentíssimo Presidente da República e ao Excelentíssimo Ministro da Justiça, alertando-os que não estamos livres da esquerda.

E não é só em Brasília que estão os comunistas da Nova Esquerda.

Como avaliaram e corretamente o fizeram, descobriram que os cristãos decidiram a eleição aqui no Brasil. E não somente aqui no Brasil, mas na Bolívia os cristãos se uniram e conseguiram conquistar, pelo menos o direito de terem uma segunda chance, uma segunda eleição.

A Venezuela com o presidente Nicolas Maduro, vendo que os cristãos fazem a diferença, correu a se unir a eles, oferecendo-lhes a migalha do “Dia do Pastor” e propondo criar uma Universidade Evangélica, como se todo cristão se servisse a ser massa de manobra.

No Brasil, alertamos a Igreja do Senhor Jesus, para que fique atenta, pois, os partidos da esquerda já criaram até Igrejas Evangélicas, em que seus partidários nos chamam de “irmãos” e aprenderam a falar a mesma linguagem que a nossa. 

Quase que diariamente na TV e também nas redes sociais, temos no noticiário aqueles que combatiam a Igreja, agora abraçados com pastores e muitos deles usando até o púlpito e pregando como se cristãos fossem. A bem pouco tempo, esses que assim agem espalharam nas redes sociais que os empresários que tivessem galpões para locação, que o fizesse para um cinema e não para uma Igreja.

O que foi que aconteceu que mudaram tão depressa assim? A conversão ela pode ser rápida, é uma decisão que se toma em fração de segundos, mas não podemos nos iludir que essa massa toda que hoje estão nas Igrejas a mando dos partidos da “Nova Esquerda”, enganem o verdadeiro cristão.

Como saber quem são eles? Jesus nos dá o meio: “Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores”.

E como identificá-los? Jesus também nos ensina: “Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas?”

Igreja de Jesus Cristo, vigiai, estais atentos, é o conselho do Mestre.

Por Patrícia Regina Alonso, mãe, advogada há 20 anos, teóloga, musicista formada pelo Conservatório Musical Ernesto Nazareth. Foi capelã do Hospital das Clínicas de São Paulo. É membro da ADVEC. Escritora do Livro “Alienação Parental o Lado obscuro da Justiça Brasileira” e colaborou no livro “A invisibilidade de crianças e mulheres vítimas da perversidade da Lei da Alienação Parental”.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Rede de proteção à criança em risco

Deixe um comentário