Integridade

(Foto: Thinkstock)

(Foto: Thinkstock)

Publicado em Quinta-feira, 7 Novembro de 2019 as 4:29

Convido você a voltar a um tema de capital importân­cia, de que já tratamos: a integridade.

Por que desejo voltar a este assunto? Primeiro porque sem integridade você não vai a lugar nenhum em sua vida financeira. A integridade é a base sólida sobre a qual Deus quer que você construa todos os seus ativos financeiros.

Em segundo lugar, porque José, o personagem bíblico cuja vida estamos acompanhando nesta série, é alguém que pode nos ensinar muito sobre isso. Não que ele seja perfeito. Perfeito, só Deus. Mas certamente José pode ensinar a mim e a você lições preciosas que podem tornar-se um marco em sua vida a partir de hoje.

Recordando: desde quando José era adolescente, ele já demonstrava suas características de jovem íntegro. Primeiro, José era trabalhador e ajudava seus irmãos com as tarefas.

Veja o que diz o texto bíblico: Quando José era um jovem de dezessete anos, cuidava das ovelhas e das cabras, junto com seus irmãos, os filhos de Bila e de Zilpa, que eram mulheres de seu pai. E José contava ao seu pai as coisas erradas que os seus irmãos faziam (Gênesis 37.2). Não sei se você notou no finalzinho do texto uma coisa interes­sante. Lá diz que José contava ao pai as coisas erradas que seus irmãos faziam. Mas José, contrariamente a seus irmãos, era um filho íntegro.

Agora eu pergunto a você: Como está a sua integridade?

Quer ver outra ocasião que revela a integridade de José? Uma vez os seus irmãos estavam cuidando do rebanho do pai e Jacó pediu a José para ver como eles estavam. Qual foi a resposta de José? Sim, senhor (Gênesis 37.13). Eu não sei o que esse “sim senhor” significa para você. Mas para mim significa muito. Na verdade, essa resposta de José é uma das chaves para entender por que Deus o escolheu para ser o grande salvador da humanidade, colocando-o como gover­nador do Egito.

Agora, talvez você diga que até eu poderia fazer o que ele fez. Mas o grande teste veio quando José era administrador de todos os bens de Potifar, o oficial do faraó. A mulher de Potifar tentou convencer José a ter relações com ela. E veja que não foi apenas uma vez. Foram muitas vezes. Mas ele permaneceu firme. Ouça o que ele disse a ela: Como poderia eu fazer uma coisa tão imoral e pecar contra Deus? (Gênesis 39.9). Sim, porque qualquer pecado é cometido pri­meiramente contra Deus. José, porém, mostrou-se fiel em sua integridade e na posição de assumir maiores responsa­bilidades financeiras.

Essa integridade foi reconhecida pelo próprio faraó quando disse: Não poderíamos achar ninguém melhor para dirigir o país do que José, um homem em quem está o Espírito de Deus (Gênesis 41.38).

Conclusão: sua integridade é o que Deus mais deseja de você. Sempre que tomar decisões financeiras, verifique se você não está desprezando sua integridade. Permaneça firme contra as ciladas de seu ego e de Satanás, que quer roubar, matar e destruir sua vida financeira.

Por Paulo de Tarso, pastor, engenheiro e mestre em Teologia.  Fundador do Ministério Finanças para a Vida, que ensina pessoas de todas as idades a administrar o dinheiro de acordo com a Bíblia. É autor dos livros “Sucesso Financeiro” e da série “Finanças em Ação”.

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

 

Deixe um comentário