No ano da fornalha, quem serão os novos heróis da fé?

(Foto: Mountain View)

(Foto: Mountain View)

Publicado em Quinta-feira, 23 Julho de 2020 as 8:29

2020. O mundo foi surpreendido por um inimigo desconhecido, o novo coronavírus. No Brasil, além da dor que milhares de famílias enfrentam, pela perda de entes queridos, diversos setores da economia foram afetados, e terão que se reinventar, em um processo geral de reconstrução do País.

No capítulo 121 do livro de Salmos, o salmista diz: “Elevo os meus olhos para os montes, de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra”. Sob que circunstância o salmista produziu esse salmo?

Certamente ele estava se sentindo diante de um cerco. Você e eu, em alguns momentos da vida já tivemos este mesmo sentimento.

O mundo inteiro, hoje, passa por grandes desafios impostos por essa pandemia. Embora a ciência esteja atuando para conter o vírus, os profissionais da linha de frente estejam trabalhando para cuidar dos doentes, as autoridades políticas estejam se esforçando para socorrer a população, os empresários, os trabalhadores e todos que passam por tantas dificuldades, embora nós, como sociedade, estejamos nos conscientizando dos cuidados necessários, quando olhamos para a direita, para a esquerda, para frente, para trás, não vemos saída.

Assim como nós, neste momento, o salmista olhou para os montes e identificou as suas ameaças. Mas acima das ameaças ele reconheceu que seu socorro viria d’Aquele que fez, que produziu as engrenagens da vida, e do mundo.

A Bíblia Sagrada tem registrada no capítulo 11 do livro de Hebreus, a Galeria dos Heróis da Fé. Nesta galeria, o Espírito Santo testemunhou sobre homens e mulheres muito especiais para Deus. Pessoas que amavam a Deus sobre todas as coisas. Que tinham uma confiança e uma fé inabaláveis em Deus. Essas pessoas decidiram enfrentar as peneiras da vida de forma positiva, e se melhorarem quando colocadas sob as temperaturas elevadas da provação.

Durante toda a vida, mas principalmente em momentos como este, temos a oportunidade de, passando pelas peneiras da vida, decidirmos o que vamos fazer com a pressão que a vida coloca sobre nós.

Alguns se apequenam, e preservam em si aquilo que os distancia de Deus: o egoísmo, a vaidade, o orgulho, a malignidade. Mas aqueles que agradam a Deus, aqueles que o amam, que o temem, que confiam na capacidade de Deus de terminar o que começou, escolhem ser ainda melhores ao passar pelas fornalhas da vida.

É o que acontece com nosso País neste momento. As autoridades políticas realizam, em todos os níveis, um esforço conjunto que permitirá novas reformas, incentivos, investimentos e políticas sociais para o Brasil. Nosso povo, que em sua maioria é honesto, trabalhador e esperançoso, segue usando a criatividade, a sabedoria e principalmente a fé para enfrentar este grande cerco.

Estamos passando por uma dessas fornalhas da vida. E poderemos nos tornar pequenos, ou sermos os novos heróis de uma fé inabalável naquele que fez os céus e a terra, e que terá misericórdia de nossa Nação. Iremos superar esses problemas, e o Brasil vai voltar a crescer, e a ser um País de oportunidades para todos. Eu acredito nisso. E você?

Roberto de Lucena é Pastor e Deputado Federal (Podemos) por SP.

*O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Deixe um comentário