Aconteceu com Israel e poderá acontecer na Igreja

Profeta Jeremias. (Foto: JW.org)

Profeta Jeremias. (Foto: JW.org)

Publicado em Terça-feira, 21 Agosto de 2018 as 12:04

“Sucedeu que, no nono ano do reinado de Zedequias, aos dez dias do décimo mês, Nabucodonosor, rei da Babilônia, veio contra Jerusalém, ele e todo o seu exército, e se acamparam contra ela, e levantaram contra ela tranqueiras em redor. A cidade ficou sitiada até ao undécimo ano do rei Zedequias. Aos nove dias do quarto mês, quando a cidade se via apertada da fome, e não havia pão para o povo da terra, então, a cidade foi arrombada, e todos os homens de guerra fugiram de noite pelo caminho da porta que está entre os dois muros perto do jardim do rei, a despeito de os caldeus se acharem contra a cidade em redor"
‭(2Reis‬ ‭25:1-4‬).

O Reino de Judá estava moribundo e ao invés de procurar amparo em Nabucodonosor, rei da Babilônia, que se mostrava condescendente com seus aliados, resolveu enfrentar o monarca mais poderoso da Terra. Ganhou como pagamento da sua insensatez um ataque definitivo contra #Jerusalém e como bônus, um cativeiro, que foi construído em etapas, culminando por volta de 536 a 538 aC.

O cerco a Jerusalém, teve seu início um pouco antes disso, mas o Egito resolveu atacar Nabucodonosor (LeitComp Jeremias 37.5).

“Jeremias andava livremente entre o povo, porque ainda o não haviam encarcerado. O exército de Faraó saíra do Egito; e, quando os caldeus, que sitiavam Jerusalém, ouviram esta notícia, retiraram-se dela.” (Jeremias‬ ‭37:4-5‬).

Isto interrompeu, por pouco tempo o cerco de Jerusalém, pois não precisou de muito tempo para derrotar os egípcios. Zedequias foi torturado e deportado para a #Babilônia, onde morreu (LeitComp Jeremias 52.11).

Zedequias reinou por onze anos (LeitComp 2Reis 24.18). Poderia ser mais, caso não se rebeladasse (LeitComp 2Reis 24.20), ignorando o conselho de Jeremias, que previu a destruição da cidade. O rei prendeu aquele que lhe dera o bom Conselho e manteve soltos e influentes os seus maus conselheiros (LeitComp 34.1-7; 32.1-16).

Esqueceram de que Israel abandonou seu protetor. Entendeu-se, que ao prever a destruição de Judá, Jeremias demonstrava #antissemitismo. Assim terminou a história de Israel e o mesmo ocorrerá com a Igreja, caso continue neste atual desvio.

Os verdadeiros profetas da atualidade prevêem uma calamidade idêntica para a Igreja, que separará, definitivamente, o joio do trigo. A faxina na Igreja será grande e o #Anticristo, inconscientemente, será o agente de Deus nesta faxina, assim como o foi #Nabucodonosor.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Deixe um comentário