Quebra total da espiritualidade e o espaço dado aos gentios

(Foto: Pinterest)

(Foto: Pinterest)

Publicado em Quarta-feira, 18 Setembro de 2019 as 12:27

Isaías 6:1-3. “No ano da morte do rei Uzias, eu vi o Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as abas de suas vestes enchiam o templo. Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas: com duas cobria o rosto, com duas cobria os seus pés e com duas voava. E clamavam uns para os outros, dizendo: Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória". 

A menção da morte do rei Uzias não está no texto apenas para mostrar a época quando tudo isso aconteceu. O ministério profético existe para mostrar o nível espiritual do povo da época. A morte de Uzias pode ser o ponto de tensão entre a morte da antiga religiosidade israelita e o recrudescimento de uma grande baixaria religiosa e a rejeição de Israel. Rejeição, que segundo o apóstolo Paulo, criou um espaço para os gentios no Reino de Deus.

Cerca de quatrocentos anos antes de Cristo, a nação voltou a ser reconstruída e se tornou o instrumento usado por Deus para a encarnação do Deus Homem.

Romanos 11:11. Pergunto, pois: porventura, tropeçaram para que caíssem? De modo nenhum! Mas, pela sua transgressão, veio a salvação aos gentios.

Um novo portal se abriu, dando passagem para o reencontro do divino com o humano. Isto só acontece em Jesus. Um processo que se completa com o Novo Nascimento.                 

Deus se comunica com o humano através de outro humano e não apenas através de sonho, como ocorria na cultura babilônica, nem apenas através bugigangas gospel ou atos litúrgicos, sendo que a iniciativa é sempre dele.          Isaías sabia disso e atendeu ao chamado divino dizendo: Envia a Mim e não o meu lenço ungido, um sabonete mágico, a terra do Monte Sinai ou uma meia sagrada. Não foi o cajado de Moisés que constrangeu a Faraó, mas o próprio Moisés.

Até o dia da chamada de Isaías, quem fazia o papel de portal era Uzias, embora com o céu errado, ou seja, em regiões Celestiais proibidas. Isto lhe custou um grande sofrimento.

2Cr.26:22. Assim ficou leproso o rei Uzias até o dia da sua morte; e, por ser leproso, morou numa casa separada, pois foi excluído da casa do Senhor. E Jotão, seu filho, tinha o cargo da casa do rei".

Deus quer o seu sacrifício vivo e não relíquias, restos de ossos dos patriarcas e sacrifícios de sangue, e sejam humanos ou de animais. Jesus espera apenas que você siga o exemplo dos primeiros apóstolos e não que venere suas imagens.

(קדוש, קדוש , קדוש) Kadosh, Kadosh, Kadosh , Jeová não é apenas santo, ele é triplamente santo (Pai, filho e espirito): Santo, Santo, Santo e quem defendeu a tese da tríplice santidade de Deus foram os querubins.

Agora é a sua vez de ser santo.

Por Ubirajara Crespo, pastor, conferencista, editor, autor das notas de rodapé da Bíblia do Guerreiro e dos livros “Qual o limite para o sofrimento” e “Rota de colisão”.

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Deixe um comentário