Garoto de 7 anos salva irmã mais nova de incêndio, após mãe ser ‘acordada por Deus’

O pequeno Eli entrou pela janela em sua casa que estava em chamas, para resgatar a irmã mais nova. (Imagem: UNILAD)

O pequeno Eli entrou pela janela em sua casa que estava em chamas, para resgatar a irmã mais nova. (Imagem: UNILAD)

Publicado em Terça-feira, 29 Dezembro de 2020 as 9:16

Uma mãe do Tennessee (EUA) está agradecendo a Deus, após seu filho de 7 anos ter arriscado a própria vida para salvar sua irmãzinha mais nova enquanto a casa da família pegava fogo, no início deste mês.

Nicole Davidson e seu marido, Chris, que são ambos ex-bombeiros, disseram à CNN que no dia 8 de dezembro eles colocaram seus três filhos para dormir por volta das 20h30. dentro de sua casa, na cidade de New Tazewell.

Ela afirmou ter a certeza de que horas depois foi Deus quem a acordou para alertá-la sobre um incêndio que estava destruindo sua casa.

“Por volta das 23h30, alguém me acordou e sei que foi Deus”, disse Nicole Davidson ao WVLT 8.

“Ele (Chris) agarrou o extintor tentando me dar tempo para pegar as crianças”, lembrou Nicole. "E eu agarrei os meninos porque eles estavam mais próximos do fogo".

Os meninos eram o filho de 2 anos do casal, Elijah, e Eli, de 7 anos. Em alguns minutos, o fogo ficou fora de controle e o casal saiu correndo em segurança, deixando sua filha de 1 ano e 10 meses meses, Erin, para trás em seu berço.

“O momento mais assustador da minha vida foi quando pensei que não conseguiríamos pegá-la”, disse Nicole ao WVLT 8.

"A fumaça e o fogo eram tão densos que não havia como chegar até ela", disse Chris Davidson à CNN. "Saímos para pegá-la pela janela, mas não havia nada em que eu pudesse me apoiar lá em cima".

Coragem

Eli disse ao WVLT 8 que seu pai quebrou a janela do quarto de Erin e pediu-lhe para ir buscar sua irmã, mas ele não acreditou que pudesse fazer isso a princípio. Depois de pensar na morte de sua irmã, no entanto, ele reuniu a coragem necessária para se tornar um herói.

“Papai quebrou a janela e eu disse: 'Não consigo' umas duas vezes, e então disse: 'Peguei ela, papai'. E quando descemos lá eu disse: 'Eu estava com medo, mas não quero que minha irmã morra'", disse Eli à imprensa.

"Não poderíamos estar mais orgulhosos de Eli", disse o pai, Chris Davidson à CNN. "Ele fez algo que talvez um homem adulto não faria".

Depois de seu feito heróico, Eli disse: "Não há problema em ficar com medo. Você é corajoso por dentro e pode fazer (coisas heróicas) quando quiser".

O casal Chris e Nicole já cuidou de 34 crianças, incluindo Eli, e adotaram duas outras, Erin e Elijah, de acordo com a CNN. Agora estão morando com parentes porque sua casa foi completamente destruída.

Uma campanha na plataforma ‘GoFundMe’ foi organizada há pouco mais de uma semana, arrecadando mais de 330.000 dólares para a família, até a noite da última segunda-feira.

Deixe um comentário