Aliança Evangélica Mundial pede que Argélia reabra 6 igrejas fechadas à força

Polícia durante fechamento de igreja cristã, na vila de Azaghar, Akbou, Argélia. (Foto: Reprodução/Morning Star News)

Polícia durante fechamento de igreja cristã, na vila de Azaghar, Akbou, Argélia. (Foto: Reprodução/Morning Star News)

Publicado em Quarta-feira, 14 Agosto de 2019 as 10:38

A Aliança Evangélica Mundial (WEA) apela à Argélia para reabrir seis igrejas fechadas à força e denuncia que “muitas outras igrejas estão ameaçadas de fechamento, em meio à negação do registro formal e reconhecimento pelas autoridades”.

A organização cristã pediu à Argélia que “garanta a liberdade de culto às igrejas e instituições religiosas, e permita que todas as igrejas fechadas reabram”.

O corpo evangélico “lamenta profundamente” que duas igrejas “tenham sido fechadas à força por decisões administrativas, em maio e em agosto de 2019 na cidade a nordeste de Boudjima, Tizi-Ouzou na região de Kabylie”.

No último caso, apenas uma semana atrás, os policiais foram lacrar o prédio enquanto a igreja adorava.

As seis igrejas fechadas incluem uma igreja doméstica e cinco membros da Igreja Protestante da Argélia (EPA), que é “a aliança evangélica nacional e membro da WEA”.

O governo deve suspender a ordenança de 2006

A WEA pede ao governo que ponha fim às restrições da liberdade de culto. “Pedimos às autoridades argelinas que suspendam e revisem a portaria de fevereiro de 2006 estabelecendo as condições e regras para o exercício das religiões não-muçulmanas”, diz a declaração. “Esta ordenança é citada em cada uma das decisões de fechar igrejas”.

“Além disso, pedimos às autoridades argelinas que respondam aos pedidos administrativos do Conselho da EPA, nomeadamente pedidos relacionados com a renovação do conselho de administração da EPA”, concluiu.

Oração para a Argélia

A declaração termina com um chamado para a oração. “À medida que a Argélia passa pela atual fase de transição política, a WEA conclama os cristãos de todo o mundo a orar continuamente por seus irmãos e irmãs em Cristo na Argélia e pelo povo da Argélia”.

“Pedimos oração pela paz e prosperidade para este país, enquanto os incentivamos a defender a liberdade religiosa”.

A WEA é uma rede de igrejas em 129 nações que formaram uma aliança evangélica e mais de 100 organizações internacionais que se unem para dar uma identidade, voz e plataforma mundial a mais de 600 milhões de cristãos evangélicos.

A Argélia está na Lista Mundial da Perseguição da Portas Abertas em 22º lugar, como país onde é mais difícil ser cristãos, acima do 42º lugar do ano anterior.

Deixe um comentário