Aos 85 anos, evangelista fala do amor de Jesus a um milhão de muçulmanos

Marilyn Hickey é evangelista e atualmente conhecida como a "mãe do Paquistão", como muitos muçulmanos a chamam por lá. (Foto: Marilyn Hickey Ministries)

Marilyn Hickey é evangelista e atualmente conhecida como a "mãe do Paquistão", como muitos muçulmanos a chamam por lá. (Foto: Marilyn Hickey Ministries)

Publicado em Segunda-feira, 7 Agosto de 2017 as 8:52

Numa era em que os terroristas muitas vezes atacam os cristãos e o islamismo radical está se mostrando cada vez mais presente - até mesmo em países ocidentais - uma valente evangelista cristã está falando sobre Jesus em países que são considerados o "olho do furacão" nesta questão de extremismo religioso.

A conhecida professora e evangelista da Bíblia, Marilyn Hickey, acredita que esses lugares perigosos são um território fértil para plantar a semente do amor com a pregação do Evangelho.

Fundadora do Ministério Marilyn Hickey, recentemente ela contou à agência cristã 'CBN News' sobre sua viagem a Karachi, no Paquistão.

"Eu amo muçulmanos e eles me amam", disse Hickey. "Nunca poderia imaginar que teríamos um milhão de muçulmanos em apenas em um encontro!".

Mas isso foi exatamente o que aconteceu. Um milhão de muçulmanos encheram as ruas de Karachi para ouvir esta senhora de 85 anos compartilhar as boas novas sobre Jesus.

"As pessoas podem não saber o nome Dele, mas Jesus opera mesmo assim em suas vidas", disse Hickey à multidão.

Perguntamos a ela como as pessoas reagiram à sua mensagem.

"Eles aplaudem e eles ficam animados", respondeu a evangelista.

"Sim, Ele sabe o seu nome, onde você está, quem você é, Ele tem um plano e um destino para sua vida. Eu tenho minha Bíblia aqui, no Salmo 139, ela diz que 'Ele está ao seu lado' e que tem um compromisso divino e um destino para todo ser humano", disse Marylin, voltando a citar sua pregação.

A evangelista Hickey começou a desenvolver seu ministério em uma pequena igreja de Denver (EUA), que evoluiu para um ministério internacional na televisão e agora está chegando ao mundo muçulmano.

"A razão pela qual eu comecei com isso foi porque anteriormente tudo estava uma bagunça no mundo e Deus me falou para orar pelos países muçulmanos. Eu memorizei 40 países e orei por eles todos os dias, durante quatro anos ou mais. Então Deus começou a me enviar para estas nações", ela nos contou.

"Eu não acho que devemos simplesmente assistir às notícias, mas devemos transformá-las", acrescentou.

Hickey dá toda a glória a Jesus, e através Dele, ela diz que suas em suas cruzadas evangelísticas também tem testemunhado Deus operar muitos milagres.

"Isso é positivo: o Corão diz que Jesus cura, então, quando você anuncia e diz: 'venha e seja curado', eles são curados", disse ela.

"Não me pergunte por que, eles me chamam de mãe. Os muçulmanos me chamam de mãe do Paquistão", acrescentou Hickey.

"Esse é o favor de Deus, mas não me comprometo. Eu digo como 'Jesus morreu por seus pecados, ressuscitou dos mortos; se arrependa e acredite que Ele entrará no seu coração'. Esta é uma mensagem de cura para o espírito, alma e corpo", acrescentou.

Deixe um comentário