“Aprendi com meu avô a urgência de pregar o Evangelho”, diz neto de Billy Graham

Will Graham, neto do renomado evangelista, reconhece que seu avô deixou um legado importante em sua vida.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 10 Outubro de 2018 as 5:22

Will Graham ao lado de seu avô, o falecido evangelista Billy Graham. (Foto: Billy Graham Evangelistic Association)
Will Graham ao lado de seu avô, o falecido evangelista Billy Graham. (Foto: Billy Graham Evangelistic Association)

Will Graham aprendeu grandes lições em sua própria família. Neto do evangelista Billy Graham e filho do pastor Franklin Graham, ele passou a ser movido pela urgência de pregar o Evangelho.

“Uma das coisas que aprendi com meu avô é o senso de urgência com o Evangelho”, disse Will Graham ao site Gospel Herald.

“A Palavra de Deus transforma vidas. Meu avô sempre dizia ‘a Bíblia diz’, é por isso que ele era famoso. Adorei aprender mais sobre os sermões do meu avô — ele pregou de forma muito diferente em 1949 do que em 1999. Mas ainda tinha esse mesmo compromisso com a Palavra de Deus”.

"Ele nunca desacelerou”, acrescentou Will sobre Billy Graham. “Ele era como uma metralhadora de pregações. Ele nunca parava para tomar um ar”.

Aos 43 anos, Will está interpretando Billy Graham no filme “Unbroken: Path to Redemption” (“Intacto: Caminho Para a Redenção”, em tradução livre).

O longa, que ainda não tem previsão para lançamento no Brasil, conta a história de um ex-soldado que sofria com transtorno do estresse pós-traumático (TEPT), até ser levado por sua esposa para uma cruzada evangelística de Billy Graham, em 1949.

Will também produziu o livro “Redeemed: Devotions for the Longing Soul” (“Resgatado: Devocionais para a Alma Sedenta”), inspirado em citações de Billy Graham.

“Percebi que meu avô usava o rádio, usava a pregação, usava artigos de jornal e fazia todas essas coisas para alcançar um público maior”, disse Graham ao Christian Post. “[Escrever este livro] era uma das coisas que eu queria fazer e estava esperando o momento certo”.

“Eu terminei, entreguei tudo para o editor no início deste ano e meu avô faleceu”, acrescentou Will. “Então eu tive que voltar e reescrever uma parte, porque eu tive que citar meu avô no tempo passado”.

veja também