Minha vida não faz sentido sem Deus, diz ex-jurado do The Voice dos EUA

Blake Shelton (esquerda) e Gwen Stefani (direita). (Foto: AP Photo)

Blake Shelton (esquerda) e Gwen Stefani (direita). (Foto: AP Photo)

Publicado em Sexta-feira, 6 Dezembro de 2019 as 9:54

O conhecido cantor country americano e ex-jurado do The Voice USA, Blake Shelton está mais uma vez divulgando seu relacionamento com sua namorada Gwen Stefani. No entanto, desta vez não se trata apenas de coisas fofas para os tabloides. Segundo o jonral 'The Tennessean', Shelton, 43 anos, diz que seu relacionamento com Stefani, 50, o ajudou a acreditar e o aproximou de Deus.

O casal de celebridades está junto há quatro anos, após ambos passarem por divórcios que foram noticiaidos pela imprensa americana. Agora, Shelton diz que o momento e a dinâmica de como suas vidas se entrelaçam apontam para o fato de que foi Deus quem os uniu. O nativo de Oklahoma acredita que não há outra maneira de explicar isso. E Stefani também desempenhou um papel no fortalecimento dessa fé.

Shelton admite que ainda bebe e xinga mais do que deveria, mas começou a frequentar cultos regularmente com Stefani e seus três filhos na igreja de Stefani. Shelton disse ao jornal que seu relacionamento com a cantora o ajudou a "virar uma página" em sua vida, concentrando-se em coisas mais importantes.

"Acredito em Deus, agora mais do que nunca em minha vida", disse Shelton ao 'The Tennessean'. "A maior parte disso é como (Gwen) entrou na minha vida e agora no nosso relacionamento. É muito estranho. Se você tirar Deus disso, não faz sentido. Se você colocar Deus nisso, tudo o que está acontecendo conosco faz sentido".

Segundo o jornal, este ano Shelton encontrou Deus e de várias maneiras. Este ano ele sentiu sua fé subir. Ele canta sobre sua fé em "Jesus Got a Tight Grip" ("Jesus me Firmou"), uma música que ele co-escreveu com Chase McGill, Jessi Alexander e Rhett Akins, em seu novo álbum, "Fully Loaded: God Country" ("Recarregado: Country de Deus").

A letra da música inclui: "Jesus segurou minha alma com firmeza e ele não a deixou ir, ele não deixou / O diabo estica a mão, mas ele não pode me alcançar porque Jesus tem uma aderência firme em minha alma / Pode haver um pouco de ferrugem na minha auréola / Mas quando eu me for, eu sei para onde irei".

Mas foi a música "Country de Deus" que realmente o mostrou para onde direcionar sua carreira. A música é uma das faixas mais tocadas da carreira de Shelton e uma de suas músicas que chegou mais rápido ao topo das paradas de rádio da música country.

Shelton disse ao The Tennessean que estava dirigindo por seu rancho, procurando limpar alguma coisa, quando seu produtor Scott Hendricks lhe enviou algumas músicas novas. Quando ele ouviu "Country de Deus", ele sabia que tinha que gravá-lo.

"Foi o momento mais chocante que tive nos meus 20 anos fazendo isso", explicou Shelton. "Eu estava em um lugar que considero o Country de Deus, fazendo o que me faz sentir mais conectado a Deus, que é estar trabalhando na terra. Eu ouvi essa música e tive um daqueles momentos em que você ouve as pessoas falarem sobre onde eles dizem que pararam na beira da estrada e escutaram. Eu literalmente tive esse momento".

Em novembro, a música foi indicada ao Grammy e será a faixa-título de seu novo álbum, repleto de novas músicas e sucessos recentes. "Fully Loaded: Country of God", de Shelton está disponível nas plataformas digitais a partir de 13 de dezembro.

Deixe um comentário