“O centro da vontade de Deus é o lugar mais prazeroso que existe”, diz Rodolfo Abrantes

Rodolfo Abrantes falou sobre a importância de estar na vontade de Deus e se preparar para a próxima estação. (Foto: Reprodução/YouTube)

Rodolfo Abrantes falou sobre a importância de estar na vontade de Deus e se preparar para a próxima estação. (Foto: Reprodução/YouTube)

Publicado em Segunda-feira, 7 Outubro de 2019 as 11:55

Viver o novo de Deus no presente é fascinante, mas é preciso estar atento para aquilo que Deus irá fazer na próxima estação, de acordo com o cantor Rodolfo Abrantes.

“Já faz um tempo em que eu estou tentando acordar meu coração para não simplesmente estar maravilhado com aquilo que Deus está fazendo, mas não me perder nessa fascinação”, disse Abrantes na Conferência Onda Dura 2019, em Joinville (SC). 

“Não sei se fui claro. Quando a gente percebe Deus fazendo algo novo e conseguimos nos alinhar com o que Ele está fazendo, é algo fascinante, você se sente no melhor lugar do mundo. O centro da vontade de Deus é o lugar mais seguro e mais prazeroso que pode existir para a vida de um homem”, acrescentou.

Rodolfo reconhece que “Deus sempre está fazendo uma coisa nova” e elas sempre nos fascinam. Por outro lado, Rodolfo destaca que o fundamento da igreja é apostólico e profético, por isso também é preciso olhar para frente.

“Desde que eu entreguei minha vida para Cristo, eu percebi tantos ventos da parte do Senhor — eu chamo de ventos essas estações onde Deus estende Seu favor sobre determinada área da igreja”, afirma.

“Existem avivamentos com a placa ‘cura’, então muitas curas acontecem. Outros avivamentos tem a placa ‘salvação’, e muitas salvações acontecem. Toda vez que vemos Deus fazendo algo novo, isso nos fascina, porque nós somos como crianças para Ele. Quer fascinar uma criança? Mostre uma coisa nova para ela”, continua.

“Nós precisamos ter uma mente profética, ou seja, eu já vi Deus fazer tanta coisa que eu tenho certeza que o que Ele está fazendo agora não é a última coisa que Ele vai fazer”, afirma. “Deus está fazendo algo lindo, mas eu não quero me prender nessa fascinação, porque eu quero de certa forma olhar para frente”.

Um dos movimentos citados por Rodolfo é o The Send, que irá lotar três estádios em 2020 para ativar a igreja brasileira para o “envio”. “Você começa a perceber que é tempo de ‘irmos’, Deus está soprando a respeito disso. Mas eu quero me preparar para o que vem depois disso”, observa.

“Vai ser um tempo de grandes colheitas, um tempo de grande ativação, evangelistas serão enviados para o mundo inteiro e glória a Deus por isso. Mas o que vem depois disso? Vem sala de aula e igreja local de novo. Sabe qual vai ser a nova moda depois disso tudo? Igreja local, escola dominical e gabinete pastoral”, acrescentou.

De acordo com Rodolfo, os profetas costumam enxergar o que Deus irá fazer na próxima estação. “Então é um cara que, de certa forma, está à frente do seu tempo”, afirma. Por isso, muitas vezes, é preciso ter um olhar profético do mover de Deus.

“Jesus nos chama para não simplesmente estarmos fascinados com aquilo que Ele está fazendo agora, mas para que a gente seja instigado a perceber  que é como um jogo de xadrez. ‘Ele moveu uma peça, qual será a próxima peça que Ele vai mover?’ De certa forma é você tentar se preparar — não é se antecipar ao movimento, mas perceber o que Deus está fazendo profeticamente e se preparar para se mover daquela mesma forma”, destaca.

Veja a pregação completa:

Deixe um comentário