“A Igreja Brasileira precisa entender um pouco mais o que é intercessão”, diz pastor

 

Há 18 anos, a oração e a adoração acontecem ininterruptamente na Casa Internacional de Oração em Kansas City (IHOPKC), nos Estados Unidos. Atualmente, cerca de 20 mil ministérios espalhados pelo mundo seguem o mesmo modelo, conhecido também como 24/7 (24 horas por dia, 7 dias da semana).

Embora o IHOP tenha sido fundado em 1999 pelo pastor Mike Bickle, ele recebeu uma direção de Deus sobre esse projeto há 32 anos, quando atuava como líder de uma igreja em Kansas City. Na época, Deus revelou que iniciaria um movimento de oração contínua que se espalharia por todas as nações, através do envolvimento de muitos jovens.

“Depois dessa palavra, Mike ficou em sua igreja orando três vezes por dia, durante 16 anos. Quando chegou 1999, Deus deu uma direção específica que era hora de começar”, disse em entrevista ao Guiame o pastor brasileiro Elcio Lodos, que ao lado de sua esposa, Jaqueline, é diretor do departamento de língua portuguesa no IHOP.

Em maio de 1999, o ministério foi iniciado com uma equipe de 20 pessoas. Em setembro do mesmo ano, uma reunião de oração e adoração contínua foi iniciada e não parou até hoje. Atualmente, existem mais de 20 mil locais com o formato de oração 24/7, segundo Elcio.

“É muito claro para nós que nem todas as pessoas ou ministérios têm esse chamado. Não dizemos que todas as igrejas têm que ter oração e adoração 24/7 em sua localidade. Algumas pessoas na Terra têm tido esse chamado, mas a grande maioria das igrejas não”, esclarece o pastor.

O IHOP recebe mais de 60 mil visitantes de diversos países, em sua maioria jovens. Lá, eles aprendem um pouco mais sobre o modelo harpa e taça, fundamentado na figura celestial descrita em Apocalipse 5, que une oração e adoração.

“Deus está despertando a igreja para colocar a oração e a adoração de volta em sua centralidade. Nem sempre vai ser 24/7. O mais importante é esse retorno para uma vida de oração, é haver uma transição na igreja desse modelo de programa para um modelo de intimidade com o Senhor”, destaca Elcio.

Uma igreja que ora

Diante de sua experiência como pastor em diversas nações, Elcio é otimista e classifica a Igreja Brasileira como uma igreja que ora. No entanto, ele afirma que o foco de intercessão entre os cristãos brasileiros acaba não sendo muito efetivo.

“A Igreja Brasileira precisa entender um pouco mais o que é intercessão. Nós falamos muito de intercessão, mas a intercessão precisa começar com Deus e terminar em Deus. Quem deve nos dar a agenda de intercessão é Deus”, ressalta.

Esclarecendo um pouco mais o tema, Elcio explica que na intercessão acontece um ciclo — Deus fala através da Bíblia e Sua Palavra move o coração do intercessor, que deve declarar a Palavra de volta para Deus e, então, mover Seu coração para o agir sobrenatural na Terra.

“Nós precisamos olhar para a Bíblia e descobrir o que Deus fala sobre a nossa nação. Nós temos o costume [no IHOP] de usar as orações bíblicas como modelo para nós intercedermos, porque eu estou usando a palavra de Deus”, esclarece.

Para quem deseja aprofundar a vida de oração através dos ensinamentos do pastor Elcio Lodos, aulas online estão disponíveis na plataforma EnsinaVida. Basta acessar o site www.ensinavida.com.br.

Deixe um comentário