Luiz Hermínio: “Deus está renovando algumas coisas e levantando gente improvável”

Pastor Luiz Hermínio em pregação no Mevam, em Itajaí (SC), durante o Café de Pastores. (Foto: Mevam)

Pastor Luiz Hermínio em pregação no Mevam, em Itajaí (SC), durante o Café de Pastores. (Foto: Mevam)

Publicado em Quarta-feira, 7 Novembro de 2018 as 5:29

Estamos vivendo dias onde os improváveis estão sendo levantados por Deus, de acordo com o pastor Luiz Hermínio. “Quando Deus está trazendo uma transição — porque Deus governa — você vai ser impressionado por muitas coisas”, afirmou em pregação no Mevam, em Itajaí (SC), durante o Café de Pastores.

“Não é o padrão que você está acostumado a ver, a sentir e a saber. Deus está renovando algumas coisas no mundo. Deus está levantando gente improvável e fazendo coisas impossíveis. Você precisa estar conectado com Deus para desfrutar do que Ele está fazendo, se não a sua mente vai argumentar o que Ele está fazendo. E quem é bom de argumento, é ruim de arrependimento”, completou.

Hermínio ainda comentou que a fé da minoria pode fazer a diferença na necessidade da maioria. “Se você olhar para a multiplicação dos pães, tinham 5 mil pessoas para comer, 12 para servir e 1 para ofertar. Então não se assuste com a necessidade da maioria”, afirmou.

Na pregação, ele ainda se lembrou que os homens que fizeram parte da Reforma Protestante morreram por uma causa eterna, e não por uma causa dos seus dias.

“Não desista da igreja, porque em todas as suas fases sempre houve um remanescente. Porque a necessidade da maioria sempre se serve da fé da minoria”, destacou Hermínio, lembrando-se de Mateus 18.20, que diz: “Onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali eu estou no meio deles”.

Embora Deus transforme necessidades em propósitos, o pastor incentivou as igrejas a não serem movidas pelas necessidades das pessoas. “Você quer ser uma igreja profética? Então não deixe apagar o candeeiro, se não você irá se tornar uma igreja patética, que vai se reunir pela necessidade das pessoas, e não pelo propósito eterno de Deus”, observou.

“Uma igreja que está sempre reunida às necessidades das pessoas é uma igreja que cultua o humanismo, não a humanidade”, completou, destacando a importância de ter um olhar profético: “E aí você está andando na rua, mas você sabe que as coisas que acontecem estão apontando para um lugar. Há fome, mas é profético, porque a Bíblia falou disso. Há catástrofes, mas é profético, porque a Bíblia falou disso. Há homens frios em amor, mas é profético, porque a Bíblia falou disso. Você está sempre acreditando no renovo, porque sempre tem um remanescente”.

Hermínio também ressaltou que a igreja precisa mostrar sua face nesses dias, “porque não somos mais a luz na escuridão”. “Nós somos um exército com bandeiras. Várias bandeiras, várias denominações. Por isso ninguém mais pode bater no peito e dizer: eu sou a igreja do avivamento, porque somos um exército cheio de bandeiras”, alertou.

Confira a pregação completa:

Deixe um comentário