Quando olhamos para os sentimentos, tiramos o foco da nossa fé, alerta pastor

Mason Vann é um dos pastores da Lake Road Chapel em Kirksville, Missouri (EUA). Em uma ministração, ele ressaltou a importância dos cristãos não se deixarem levar pelas emoções ao saírem dos cultos. Ele explica que durante a semana, podemos continuar nos fortalecendo em Deus.

“Basicamente, o que você está tentando fazer, é tentar manter essa sensação que você teve. Você teve essa sensação, a realidade, e ouviu a pregação. Você teve uma chance de passar um tempo com a Palavra. E você quer muito ir para casa e manter esse sentimento. E então você faz com que o foco da sua vida espiritual seja se você está se sentindo bem ou não”, explica.

“Se você sente ou não a realidade, ou se você sente ou não a força. E você é como Pedro. Ele pisa fora do barco e enquanto ele está com seus olhos em Jesus tudo está indo bem. Mas quando ele tira seus olhos de Cristo ele começa a afundar. E inevitavelmente é isso que acontece”, salienta.

O pastor fala sobre as muitas atividades durante a semana. “Como você sabe, você continua sua vida. Chega quinta-feira, chega sexta-feira, e as crianças estão chorando, e você tem uma pilha de papéis na sua mesa que você não consegue sequer olhar por cima dela. E a vida está corrida novamente. As sensações que teve começam a diminuir. Começam a partir”, coloca.

“E então, o que você faz é que você tenta redobrar seus esforços. ‘Ok, vou tentar ler minha Bíblia. Ao invés de 9 capítulos vou ler 18 capítulos’. Então você deixa de ler um dia e agora você está com 30 e poucos capítulos atrasados, na sua Bíblia. E então o que acontece? Você começa, ‘Ok, Senhor, vou me esforçar aqui’. Você está tentando manter essa sensação, mas sente que ela está começando a apodrecer”, alerta.

“Porque os seus olhos estão nessa sensação. Vou lhes dizer isso. O lugar o qual sua fé mais odeia olhar são os seus sentimentos. Esse é o lugar na face da terra que sua fé mais odeia olhar. São os seus sentimentos. Fé não foi feita para se desenvolver em sentimentos. A fé se desenvolve com um novo olhar do Senhor Jesus Cristo!”, disse.

“Então, o que inevitavelmente acontece é que você vai para casa, isso começa a acontecer, as sensações começam a partir, você começa a se desesperar, você está se esforçando, tentando tanto trazer essa coisa de volta. E finalmente você fica exausto e desmorona. E você olha e vê Cristo em volta. É assim que isso funciona. A fé não se desenvolve em sentimentos. A fé se desenvolve em Cristo”, ressalta.

Deixe um comentário