Willy Gregory, filho de Peninha, assina com a Warner Music e lança single gospel

"Eu sou um adorador, um discípulo de Cristo", diz o cantor. (Foto: Divulgação).

"Eu sou um adorador, um discípulo de Cristo", diz o cantor. (Foto: Divulgação).

Publicado em Terça-feira, 13 Março de 2018 as 12:47

Willy Gregory, filho do famoso compositor Peninha, lança o single “Aleluia, Pai do Céu”. O cantor assinou contrato com a Warner Music e se tornou o segundo membro do cast da gravadora, se juntando a Anayle Sullivan.

A letra é do próprio Willy, a canção já está disponível nas plataformas digitais e no canal YouTube.

Mesmo sendo filho do renomado cantor, Aroldo Alves Sobrinho, mais conhecido como Peninha, e herdado a veia artística do pai, Willy tem personalidade muito própria, com a força que vem da sua conversão a Cristo em 2014.

Como tenor, ele utiliza toda sua capacidade vocal para imprimir beleza e intensidade em cada canção que interpreta. Mesmo tendo o estilo pop, jovem, suas letras são maduras e comoventes: “Eu sou um adorador, um discípulo de Cristo e a minha proposta é fazer a vontade do Senhor”, diz.

“Estamos com um projeto de louvor, de adoração cujo objetivo é alcançar e transformar muitas vidas de acordo com a vontade de Deus. E ‘Aleluia, Pai do Céu’ é uma canção que Deus me deu. Ela fala do momento em que, olhando-me no espelho, eu vi vida em meus olhos, onde antes só existia tristeza”, ressalta o cantor.

“Eu entendi que isso só poderia acontecer pela ação de Deus e nunca por força humana. Então, senti uma paz enorme e só conseguia dar glória a Deus. Quero que todos adorem ao Senhor e reflitam sobre o valor da entrega sacrificial de Cristo pela humanidade. Que elas, assim como eu, entendam que o Evangelho é sério no sentido de transformação, mas ao mesmo tempo leve, porque podemos sentir a leveza de Cristo em nós”, explica Willy.

Ele conta que está muito feliz porque Deus proporcionou que esta canção, que mostra a sua identidade em Cristo, seja a música de trabalho. Ele fala da sua herança musical e do que Deus lhe falou a respeito disso: “Eu sou filho do cantor Peninha, sempre aprendi muito de música com meu pai, mas nunca havia trabalhado nesta área, eu atuava no mercado financeiro”, revela.

“A partir da canção ‘Aleluia, Pai do Céu’, Deus começou a me explicar, na Palavra dEle, sobre a questão de hereditariedade. E o que eu entendi claramente nas mensagens foi: ‘receba as bênçãos que vem do seu pai, os talentos, tudo o que ele conquistou, receba-os e, agora, use-os para mim’. Por isso, eu recebo esta herança bendita do meu pai, para que eu possa aplicá-la para o Senhor”, compartilha.

Confira o videoclipe da canção “Aleluia, Pai do Céu”:

Deixe um comentário