Timão aceita subir oferta e procura empréstimo para manter Guerrero

Guerrero

Guerrero

Publicado em Sexta-feira, 20 Março de 2015 as 8:51

O Corinthians espera dar nos próximos dias uma cartada decisiva na tentativa de renovar o contrato do atacante Paolo Guerrero. Em dificuldades financeiras desde o ano passado, o Timão tenta viabilizar um empréstimo bancário que será usado em sua maioria para chegar a um acordo com o peruano e quitar os atrasados com outros atletas. 

Com a injeção do dinheiro do empréstimo, a direção alvinegra planeja subir a oferta de US$ 4 milhões (R$ 13 milhões) feita no ano passado, ainda sob a gestão de Mário Gobbi Filho. A cúpula do futebol corintiano até disposta a pagar até US$ 5,5 milhões (R$ 18,3 milhões), parcelados ao longo do vínculo de três temporadas. Os salários subiriam de R$ 480 mil para R$ 500 mil. 

O Timão espera também contar também com a colaboração de Guerrero para ficar. No ano passado, o jogador pediu US$ 7 milhões e travou as conversas para renovar. Na época, o valor equivalia a R$ 18 milhões. Agora, com a alta da moeda americana desde o fim de 2014, ele chega a R$ 23 milhões.

A expectativa é de que o presidente Roberto de Andrade se encontre na próxima semana com o empresário Bruno Paiva, um dos agentes do atacante, para reabrir as negociações. A tendência, porém, é de que as conversas se arrastem por um período razoável, já que o contrato do jogador vai até 15 de julho.

– Estou sendo consultado e vendo os números dentro da nossa realidade. A ideia é renovar. Vamos ceder um pouco, e eles (representantes) também vão – afirmou o diretor financeiro Emerson Piovesan, responsável por negociar o empréstimo no mercado financeiro. 

O Corinthians também quer usar o dinheiro para colocar em dia os direitos de imagem de Renato Augusto, Ralf, Elias, Guerrero, Emerson, Danilo e Jadson. Alguns deles estão há sete meses sem receber o valor. O peruano, por exemplo, só aceita discutir a renovação depois de receber o que o clube lhe deve. As premiações por títulos e vitórias estão atrasadas desde a conquista do Campeonato Paulista de 2013.

Apesar de tentar dar uma virada na negociação com Guerrero, o Corinthians ainda está cauteloso. A diretoria considera que o jogador tem boas ofertas do mercado internacional e, por isso, vem batendo o pé pelo valor. No fim do ano passado, ele foi procurado por Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, além de Sampdoria e Internazionale, da Itália. 

A seu favor, o Timão conta com o desejo do centroavante de permanecer no Brasil, como ele reitera a cada entrevista. Recentemente, o atacante comprou um imóvel milionário no Rio de Janeiro, indicando o desejo de seguir no país. Só uma boa proposta de um clube europeu pode mudar o quadro. China e os mercados árabes são as últimas opções para o jogador neste momento. 

– Minha intenção é ficar no Corinthians. Mais ainda pela importância que tem a Libertadores. Eu gostaria de ser campeão – disse Guerrero após a vitória sobre o Danubio, terça, no Uruguai.

O centroavante, aliás, ficará sem contrato logo após a primeira partida das semifinais da Taça Libertadores. Ou seja, perderá o segundo jogo e a final, se o Timão avançar (e não houver acordo até lá). 

 

 

Deixe um comentário