Como fazer a maquiagem durar na pele oleosa

Combinando produtos adequados e cuidados diários, é possível a maquiagem durar o dia todo. (Foto: Jacoblund/Thinkstock)

Combinando produtos adequados e cuidados diários, é possível a maquiagem durar o dia todo. (Foto: Jacoblund/Thinkstock)

Publicado em Terça-feira, 2 Outubro de 2018 as 5:34

Vamos admitir que é mais difícil fazer a maquiagem durar quando se tem pele oleosa, e o site M de Mulher conseguiu uma explicação com especialistas:

“A maquiagem não tem como se fixar, porque a própria produção do sebo humano já vem de dentro para fora. Então, ela vai impedir a fixação daquele material colocado sobre a pele. Em uma pele seca ou ávida por óleos, por sua vez, uma cobertura em creme ou qualquer cosmético com essas características vai promover um efeito similar ao de uma camada de proteção para a pele”, esclarece a dermatologista Maria Alice Gabay, responsável técnica da Clínica Gabay Dermatologia. Em linhas gerais, peles secas aceitam melhor a aplicação de cosméticos, enquanto as oleosas, tendem a rejeitá-los.

Mesmo assim, com a combinação entre produtos adequados para pele oleosa + cuidados diários, é mais do que possível fazer com que a maquiagem dure o dia todo, sem derreter. Consultamos, além de Maria Alice, a maquiadora Talita Bariquello, que ensinam o que é preciso para uma pele oleosa aguente firme o make, sem maiores consequências.

Escolha os produtos certos…

Opte por bases, pós compactos e corretivos específicos para peles oleosas – para saber se um produto tem ou não essas características, geralmente basta olhar com atenção seu rótulo – se as palavrinhas mágicas “oil-free (livre de óleos), gel e sérun” estiverem presentes, pronto, pode investir.

Faça do primer seu melhor amigo. O produto – tanto para olhos quanto para a pele – costuma ajudar muito a segurar a maquiagem, pois já conta com ativos capazes de corrigir levemente a oleosidade da pele em sua fórmula. Além disso, um primer potente ajuda a fechar os poros, suavizar imperfeições e promover um efeito de pele aveludada. Talita recomenda primers com o chamado efeito “blur” ou mate. O mesmo vale para as bases, que também devem possuir textura mate e, muitas vezes, à prova d’água (para aumentar a durabilidade). Quanto às sombras, prefira aquelas em pó e evite as cremosas.

Hoje o mercado da beleza já conta com algumas substâncias específicas para controlar a produção de sebo da pele, que podem ser aplicadas antes mesmo da maquiagem ou do primer. Chamadas de soluções antioleosidade renovadoras, auxiliam ainda mais no preparo da pele pré-maquiagem, e devem ser ministradas por dermatologistas.

Para ficar mais segura durante o dia, vale também finalizar a maquiagem com sprays fixadores que você pode, inclusive, carregar com você e reaplicar sempre que julgar necessário. Ah! Ter um pó compacto na bolsa é outro artifício para recorrer em momentos de “emergência”.

… e saiba quais evitar

Agora que você já sabe a quais produtos deve recorrer, atente-se também aos rótulos para evitar: passe longe de qualquer cosmético indicado para peles normais e secas, que tendem a possuir texturas mais pesadas, cremosas e hidratantes. O que isso significa? Poros obstruídos e dificuldade em fazer o make durar. Não precisamos nem comentar sobre produtos à base de óleo, certo?

Mantenha uma rotina de skincare

De nada adianta apostar em produtos específicos para pele oleosa se você não cuida dela antes e depois de fazer a maquiagem. Uma rotina de cuidados, ainda que básica, é essencial para fazer com que a maquiagem se mantenha firme e, claro, melhorar o aspecto da cútis como um todo.

Entre as três etapas essenciais do skincare – limpeza, hidratação e proteção – a primeira delas é a mais importante. Faça a higienização diária do rosto – sempre com água fria, que ajuda a ativar a circulação e fechar os poros – com auxílio de sabonetes específicos, prescritos por especialistas.

“O sabonete não pode ressecar muito a pele. É preciso atender às especificações do dermatologista, porque existem diferentes níveis de oleosidade – então, cada pele vai ter uma medicação específica, conforme avaliação do dermatologista que faz o acompanhamento dessa pessoa”, explica Maria Alice.

Não durma de maquiagem

Ainda sobre limpeza, outra dica essencial para que a maquiagem não derreta na pele oleosa é nunca deixar de removê-la ao final do dia.

Para demaquilar, use soluções micelares, que funcionam bem em qualquer tipo de pele. Evite produtos bifásicos – já que uma de suas fases é sempre em óleo – e prefira demaquilantes em gel ou mais aquosos.

Cuide da sua alimentação

Uma alimentação saudável, com consumo controlado de açúcares, por exemplo, também contribui para o equilíbrio da oleosidade da pele, de dentro para fora – isso não está diretamente relacionado à maquiagem, mas quanto mais saudável a pele, menos ela sofre consequências ao entrar em contato com outras substâncias.

O mesmo vale para o hábito de beber bastante água: “Beber mais água não vai deixar a pessoa com a pele mais ou menos oleosa, vai deixá-la mais saudável, como sempre. Portanto, essa deve ser a escolha de qualquer pessoa, seja qual for o tipo da sua pele”, pontua Maria Alice.

Deixe um comentário