Seis destinos para conhecer na Argentina

Don Los Cerros Boutique Hotel & Spa tem uma das paisagens mais lindas da Argentina. (Foto: Divulgação)

Don Los Cerros Boutique Hotel & Spa tem uma das paisagens mais lindas da Argentina. (Foto: Divulgação)

Publicado em Quinta-feira, 22 Fevereiro de 2018 as 9:19

A Argentina, em especial a capital Buenos Aires, é um dos destinos queridinhos dos brasileiros. Porém, ainda há muito a ser explorado na terra dos nossos hermanos.

Pensando nisso, a Vert Hotéis, em parceria estratégica comercial com a Addesa Hotels, oferece ótimos hotéis instalados nos mais importantes destinos turísticos e corporativos do país. Além de se hospedar com a qualidade reconhecida dos hotéis da rede, o turista brasileiro poderá reservar e pagar diretamente sua reserva no portal da Vert. Confira:

Buenos Aires

Considerado um dos destinos mais acessíveis para os brasileiros, Buenos Aires guarda inúmeras atrações que rendem inúmeras visitas. Seja pelos shows de tango, os muitos estádios de futebol ou as famosas parrillas, há sempre algo novo para conhecer por lá.

Sem contar no charme da cidade, e principalmente de alguns bairros como Puerto Madero e a Recoleta. O primeiro, perto do centro, é um bairro tradicional que reúne prédios de luxo e ótimas opções gastronômicas – as favoritas dos turistas. Passear ao entardecer ao longo do canal, admirando a bela Puente de La Mujer é um programa delicioso.

Já a Recoleta, considerada um dos melhores lugares da capital argentina para morar, é também um dos mais agradáveis para se hospedar. Ali há um variado cardápio de atrações turísticas como a Plaza Francia, que abriga a Basílica de Nossa Senhora do Pilar, uma das igrejas mais antigas de Buenos Aires, o Museu Nacional de Belas Artes, com um grande acervo nacional e internacional, a Floralis Generica, uma enorme escultura  de flor de aço, com 23 metros de altura, situada na praça Nações Unidas e o Cemitério da Recoleta, com túmulos que são verdadeiras obras-primas, como o de Evita Péron.

El Calafate

Localizada a 80 quilômetros das geleiras do Parque Nacional Los Glaciares, El Calafate é o destino ideal para explorar a Patagônia Argentina. São 47 enormes geleiras compondo uma paisagem única.  Essa região, ao sul do continente, é perfeita para caminhadas sobre geleiras, passeios de barco, trem ou 4x4, além de observação de animais marinhos.

Na gastronomia, o que não pode faltar é: morcilla, chorizo, papas rústica, cordeiro, peixes e o típico empanado.

Entre as atrações de destaque está o Glaciar Perito Moreno, com 250 km² de área e 60 metros de altura. Verdadeira estrela da região, a geleira tem paredes que represam as águas do Lago Argentino e fazem pressão sobre o gelo, provocando estrondosos desabamentos das bordas da geleira, que podem ser observados em passarelas a 200 metros de distância.

Villa La Angostura

Situada às margens do mesmo lago de Bariloche, Villa La Angostura é um destino de inverno que garante tranquilidade e exclusividade. Por isso, é um lugar bastante indicado para uma viagem romântica. Entre os serviços, oferece restaurantes de alta gastronomia, pousadas charmosas e hotéis de luxo, que garantem o clima charmosos e vistas exuberantes.

Além de ser um centro para a prática de esportes de neve, em lugares como o Cerro Bayo, a província é considerada porta de entrada para outras atrações da região, como o Parque Nacional Los Arrayanes, caracterizado pelas árvores de troncos alaranjados.

No Cerro Bayo, há infraestrutura é primeira qualidade, com serviços personalizados, atividades para crianças e escola de esqui e snowboard. São 25 pistas em 280 hectares de superfície esquiável, além de 16 meios de elevação.

Puerto Iguazú

Esta cidade foi o pilar da colonização da Província em começo do século XX. Hoje em dia, é uma das localidades mais importantes de Misiones. Mais de 60 mil habitantes moram neste centro turístico, onde é possível encontrar todo tipo de serviços para o viajante que visita as Cataratas.

As magníficas Cataratas do Iguaçu, uma das Sete Maravilhas do Mundo, estão conformadas por 275 quedas d’água que caem de diversas alturas. A mais alta, de 80 metros, é conhecida como a Garganta do Diabo.

A exuberante e inigualável vegetação do entorno enquadra uma das paisagens naturais mais opulentas do mundo: as Cataratas do Iguaçu. Trata-se de mais de 2 km de cachoeiras que superam 70 metros de altura, um espetáculo de um dos recursos cada vez mais escasso do mundo: a água.

Saltos del Moconá

Moconá é um local com uma das melhores paisagens da província de Misiones. Trata-se de uma falha geológica, única em sua espécie no mundo, onde se reúnem os rios Yabotí, Pepirí Guazú, Uruguai, Serápio e Calixto.

Os Saltos do Moconá, nome que significa “O que tudo engole” em guarani, perfazem um cânion de 3 km de comprimento, e é devido às quedas transversais de água paralelas ao seu leito que se diferenciam de uma cascata ou cachoeira. Estas quedas alcançam 25 metros de altura e têm uma profundidade de 115 metros.

Toda a área dos Saltos do Moconá é considerada o Parque Provincial e inclui a denominada Biosfera Yabotí. É uma área ideal para viver uma experiência de contato com a natureza em sua máxima plenitude: fazer caminhadas, avistar animais e fazer passeios de lancha e caiaque em plena floresta.

El Chaltén

El Chaltén é conhecida como a capital nacional do trekking e, por isso, atrai principalmente os turistas que buscam aventura e ecoturismo. No destino, o que não faltam são trilhas para todos os gostos. Destaque para a Laguna Capri, com oito quilômetros, ida e volta, que rende um belo cenário da Patagônia, com a lagoa que dá nome a trilha cercada pelo monte FitzRoy.

A localização de El Chaltén a torna um paraíso para os amantes da vida ao ar livre. A paisagem é robusta e selvagem, com picos de montanha, vastos campos de gelo, lagos isolados e florestas exuberantes. Além da paisagem deslumbrante, esta região também é um ótimo lugar para observar animais selvagens, com uma população incrível de aves, incluindo o papagaio da Patagónia. Se você tiver sorte, você pode até ver o Huemul sul-andino, uma espécie de veado em extinção, nativo das montanhas argentinas e chilenas.

Deixe um comentário